Home Video Porno Filmes Adultos de Terror não são estranhos, e a ciência pode provar!

Filmes Adultos de Terror não são estranhos, e a ciência pode provar!

Os filmes adultos de terror e do gênero “horror porn” existem há muitas décadas e, apesar do que possa parecer, não são tão estranhos assim.

Filmes adultos de terror

É uma noite escura e uma tempestade se aproxima. Uma mulher, vestida com aquilo que aparenta ser um roupão está de pé, parada, preparando-se para o seu sono de beleza. Num canto, observando silenciosamente, algo se esconde enquanto ao fundo se projeta uma sombra que se despe.

Esta cena podia ter sido facilmente retirada de um filme de terror, atormentado por monstros, serial killers, sequestradores, ou outras “formas de personificação do mal.” Mas pode também ser uma cena de um filme do género “horror porn” muito ultrapopular. “Os filmes do gênero “horror porn”, existem há imenso tempo”.

O que têm a dizer os curadores do Porndoe.com – um site com milhares de filmes porno e live cams, que inclui a categoria “horror porn” – sobre este gênero? “Mesmo tendo um acréscimo recente na sua popularidade, este gênero está disponível desde sempre e para sempre. Infelizmente, este é um gênero que, tal como outras categorias de fetiche, gera muitas confusões e algum desdém. Fato que não representa nem o gênero nem os seus fãs”.

O ser humano tem medo do desconhecido e isso tem sido certamente capitalizado pelo gênero do terror. Vamos, então, fazer incidir alguma luz sobre o assunto, esperando também eliminar alguns estereótipos pouco saudáveis no caminho. Porque o gênero “horror porn” está aqui para ficar e devemos estar na boa com isso.

Filmes Adultos de Terror

O que é “horror porn”?

“Horror porn” ou porno de terror é um gênero de porno – não muito diferente dos gêneros “bisexual” ou “big boobs”. Mas há algo de especial nesta categoria. Não apenas porque combina visões dos clássicos de filmes de terror com pornografia hardcore; mas também porque o gênero em si apela a uma audiência incrivelmente vasta.

Ao contrário dos filmes com assassinos – ou pornografia com fantasia de violação – os filmes porno de terror não são necessariamente sobre sangue, vísceras e sexo. Apelam, antes, a uma ameaça psicológica mais profunda, à qual muita gente responde favoravelmente.

E não apenas pessoas como o serial killer John Wayne Gacy – mas gente normal, do dia a dia, do tipo não-serial-killer-com-cara-de-palhaço.

Mesmo que ainda não esteja familiarizado com o termo, o porno de terror existe há quase tanto tempo quanto o próprio cinema. Verdade seja dita que também alguns dos mais recentes filmes de “terror” são também muito sugestivos a nível de sexo.

Isto deve-se ao fato do terror e do porno serem duas plantas do mesmo canteiro. Não só porque o gênero de terror sempre teve uma dose muito generosa de senhoras nuas e adolescentes excitados, mas também porque o erotismo em si assenta fortemente num sentimento de antecipação, ansiedade e intensidade que não se vê noutros gêneros de filmes.

Lembre-se do seu filme porno preferido – algo que inspira algum tipo de resposta corporal. Algo que vem em crescendo e provoca descompressão. Os filmes de terror não são assim tão diferentes, visto que carregam um persistente sentido de desassossego relativamente ao que se seguirá, para depois explodir num crescendo de ação e num sentimento extremo de libertação, quando o “monstro” foi desmascarado ou a vítima chegou ao seu fim.

É popular, sim. E completamente normal

Para a maior das pessoas que gostam de filmes de terror, é essa sensação de libertação que fazem estes filmes tão gratificantes de ver. Provavelmente a mesma razão pela qual o gênero de filmes adultos de terror ou “horror porn”, cresceram de forma espantosa a nível de popularidade e mantiveram as suas leais audiências ao longo dos anos.

A categoria foi popularizada no final do ano 2000, mas já existia, indiscutivelmente, há muito mais tempo. Alguns destes filmes remontam a 1910.

Porque é que as pessoas regressam a este gênero? Como é que este fez não só fama, mas também fortuna? Num artigo num jornal de psicologia, os autores defendem que a razão pela qual o gênero tem críticas menos positivas, têm menos a ver com o conteúdo dos filmes, e mais a ver com os orçamentos e a qualidades dos mesmos.

O que pode também ajudar a explicar a forma como são percecionados pelas comunidades de filmes de terror ou de filmes pornográficos. Ainda assim, isso resulta em vastas e leais audiências. Isso determina, por si, que a categoria tem valor. Que há gente – muita gente, aliás – que se dá por contente para pagar e interagir com este gênero de filmes.

E repetidamente, vezes sem conta. Mesmo que o “horror porn” não seja o termo de pesquisa mais popular na indústria de filmes para adultos, é algo que os serviços de streaming do nicho erótico podem oferecer com orgulho – e ainda verem o seu investimento compensar.

A ciência da paixão pelos filmes adultos de terror

O artigo citado acima vai mais longe, discutindo a possibilidade e as motivações psicológicas do porquê alguém (e milhões de pessoas) querer gravitar num gênero tão aparentemente detestável e desconfortável.

Como todos os estudos de natureza psicológica, somente correlações fortes foram evidenciadas. Não há uma resposta clara para a pergunta “Porque é que alguém gosta disto?”. Mas há várias pistas.

O que se encontrou – e foi pesquisado – é sobre quantos membros do público do gênero de terror são pessoas que “buscam sensações”. A procura pela sensação é descrita como “a procura de sensações e experiências variadas, novas, complexas e intensas, e a vontade de correr riscos físicos, sociais, legais e financeiros para satisfazer essas experiências”, o que é facilmente relacionável com a maior parte dos fetiches sexuais.

Procurar sensações é algo normal para a maior parte dos indivíduos. O artigo científico admite, aliás, que esta necessidade pela experiência é mais urgente na adolescência – e a necessidade por novidade vai-se desligando à medida que vamos envelhecendo.

Para quem quer experimentar algo novo e ter sensações desafiantes ao longo da vida e enquanto se envelhece, não é surpreendente que se possa olhar para algo como o “horror porn” como algo de gratificante.

O gênero de terror permite um escape livre de riscos para pessoas experienciarem excitação tendo como fonte um estímulo relativamente benigno. Permitindo arrepios, desafios e, claro, alguma diversão. É aproveitar.

Veja mais posts da categoria video porno

COMENTE JÁ

Mais posts pra você