• Oscar 2016 – Principais indicados e nossas apostas para a premiação

    Por: Fran Vergari | Em: Séries e Cinema | 05 de fevereiro de 2016

    O Oscar é a premiação mais importante do cinema e a mais esperada do mundo. A Academia de Artes Cênicas e Cinematográficas revela uma lista de indicados e, a partir dela, acontece a votação para escolher os ganhadores. A cerimônia, este ano em sua 88ª edição, acontece no dia 28 de fevereiro, em Los Angeles, Califórnia.

    A Academia tem mais de 6 mil membros aptos para votarem nos filmes indicados e vencedores, para a edição de 2016 foram convidados mais 322 novos membros. Entre eles, os brasileiros João Moreira Salles, Adriano Goldman e Sergio Mendes.

    Entre os filmes de 2015 indicados ao Oscar, temos destaque para O Regresso, que pode, finalmente, render o Oscar a Leonardo Di Caprio; Mad Max como segundo mais lembrado pela Academia, com 10 indicações; e uma disputa acirradíssima pelo título de Melhor Filme.

    Para falar mais sobre os mais indicados e favoritos, convidamos uma galera que entende demais do que diz. Além da gabaritada equipe do Testosterona, contamos com a participação de editores de outros blogs, sites e portais de cinema – que valem a pena você conhecer a acompanhar.

    Mais que uma simples sinopse, eles deixam comentários, críticas, sugestões e até torcida. Agora é assistir aos filmes e acompanhar a premiação. Quais os seus favoritos?

    O-Regresso
    O REGRESSO – 12 indicações
    Melhor Filme – Melhor Diretor (Iñárritu) – Melhor Ator (Leonardo DiCaprio) – Melhor Ator Coadjuvante (Tom Hardy) – Melhor Figurino – Melhor Maquiagem e Penteado – Melhor Fotografia – Melhor Edição – Melhores Efeitos Visuais – Melhor Edição de Som – Melhor Mixagem de Som – Melhor Produção de Arte

    Por Francini Vergari, redatora-chefe do Testosterona
    O longa, baseado em fatos reais, conta a história de High Glass (DiCaprio), um reconhecido explorador que foi atacado por um urso, em meados de 1820, e abandonado por seus parceiros de expedição para morrer, por ordem do traidor John Fitzgerald (Tom Hardy). O que eles não contavam era que seu desejo de vingança (e sobrevivência) seria tão grande que ele enfrentaria centenas de quilômetros para encontrar os homens que o traíram. E aí é que está a perturbação: o sofrimento, o frio, os ferimentos, os confrontos, e o modo como ele foi milagrosamente superando e se recuperando. Podemos dizer que foi um filme “arrastado”, com pouco diálogo e muito sangue. Se a Academia gosta de ver atores “dando o sangue” por seus personagens, acho que DiCaprio cumpriu a proposta. Se ele vai levar ou não, só cabe a nós torcer para que ele finalmente seja reconhecido. Se não for, uma perda para ele, outra para o Oscar. Leia a resenha completa.

    Mad-Max_Fury-Road
    MAD MAX: ESTRADA DA FÚRIA – 10 indicações
    Melhor Filme – Melhor Diretor (George Miller) – Melhor Figurino – Melhor Maquiagem e Penteado – Melhor Fotografia – Melhor Edição – Melhores Efeitos Visuais – Melhor Edição de Som

    Por Marcelo Coleto, colunista de Música do Testosterona
    Nos últimos anos o cinema tem se voltado para os reebots e filmes que, longe de terem histórias tão novas, fazem diversas referências aos seus antepassados. Em “Mad Max – A Estrada da Fúria” é esta última alternativa que se vê. 30 anos após o terceiro e último filme (Além da Cúpula do Trovão) a violência já não impressiona, as cenas de ação sim. As corridas pelo deserto, explosões, tiros e brigas são de tirar o fôlego, deixando um pouco de lado seu personagem principal. Max, interpretado por Tom Hardy (Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge) é, claro, a figura central, mas quem chama mesmo a atenção é Imperatriz Furiosa (Charlize Theron), que não sabemos de onde vem e qual a sua história. Reza a lenda que vai rolar um filme para nos esclarecer isso, veremos. Fato é que a quarta sequência de George Miller entretêm, cumpre bem este papel e faz dúzias de referências aos anteriores, o que não é ruim. Não dá para querer analisar A Estrada da Fúria como se estivéssemos indo para a premiere de um filme “cabeça”. Explosões, perseguições e gente morrendo. É isso. Um filme bem bacana se encararmos por este lado.

    perdido-em-marte
    PERDIDO EM MARTE – 7 indicações
    Melhor Filme – Melhor Ator (Matt Damon) – Melhor Roteiro Adaptado (Drew Goddard) – Melhores Efeitos Visuais – Melhor Edição de Som – Melhor Mixagem de Som – Melhor Produção de Arte

    Por Tatá Snow, escreve sobre filmes e séries na Freakpop – Portal Geek
    Provavelmente uma das surpresas cômicas do ano, Perdido em Marte é uma ficção que soube brincar, muito bem por sinal, com a criação de um cenário ainda impossível para a nossa realidade. O astronauta Mark Watney (Matt Damon) é dado como morto e abandonado por sua equipe após uma tempestade em solos marcianos. Para a surpresa de todos, Watney não só está vivo como precisa reestabelecer contato com a NASA e dar um jeito de sobreviver em um planeta onde ele não consegue nem respirar sem ajuda. Com bom humor e serenidade bem equilibrados, ele planta batatas e registrar em vídeos seu período sozinho enquanto busca uma forma de retornar à Terra.

    Dirigido por Ridley Scoot, Perdido em Marte tem uma abordagem criativa, dinâmica e muito eficiente sobre uma temática que talvez não esteja tão longe de ser realizada pelos humanos. Sem deixar o lado tecnológico e científico de lado, o filme oferece uma experiência interessante para quem gostaria de viver em outro planeta. Vai por mim, as infinitas areias vermelhas não são tão atrativas assim. Merece a principal estatueta dourada? Não, mas certamente é uma ótima opção de entretenimento e fará todo mundo evitar comer batatas por um bom tempo. continue lendo…

  • Marido processa mulher por não preparar a comida e não limpar a casa

    Por: Fran Vergari | Em: Notícias | 05 de fevereiro de 2016

    Luta por igualdade de gêneros? Esqueça. Na Itália, se uma mulher não limpar a casa e cozinhar para o marido, o caso pode ir parar no tribunal – não por separação do casal, mas porque ela pode ser julgada por “violência doméstica”. Dá pra acreditar?

    Uma mulher de 40 anos está sendo processada pelo marido por “abuso na família” e pode pegar de dois a seis anos de prisão. Isso porque, segundo alega o homem, sete anos mais velho que ela, a atual esposa o obriga a dormir em outra cama, não prepara a comida para ele e deixa a casa imunda. Além disso, ele diz se sentir insultado por essa negligência em casa.

    O caso ocorreu em Sonnino, pequena cidade da província de Latina, na Itália. O processo foi encaminhado para julgamento, que deve ocorrer em 12 de outubro deste ano. Segundo um jornal de láo Repubblica,  promotor do caso afirmou que as evidências devem servir, sim, para que ela seja presa.

    mulher
    LEIA TAMBÉM: Chinês processa a mulher ao descobrir que ela era feia antes do casamento

  • Luana Piovani na Playboy: sem cachê e sem dedinho na boca

    Por: Fran Vergari | Em: Mulheres, Mundo Macho | 04 de fevereiro de 2016

    luana-piovani-playboy-4
    Especulações revelaram hoje, poucas horas antes do anúncio oficial, o nome da primeira mulher a estampar a capa da nova Playboy: Luana Piovani. E podemos dizer que ela chegou com o pé na porta. Vestindo um camisão (e calcinha, segundo ela mesma) e usando as icônicas orelhas de coelhinha, a loira foi apresentada à imprensa ao lado do publisher e vice-presidente da revista, André Sanseverino.

    Com quase meia hora de atraso, Luana entrou fazendo piada e deixando claro o porquê estava ali: “Só faço o que eu gosto, o que me dá prazer. Estou feliz por estar aqui e estou aqui porque estou feliz” começou, eufórica. A primeira pergunta foi por todos nós: por que só depois de tanto tempo ela resolveu aceitar o convite para ser a capa da revista? Luana explicou:

    “Aceitei fazer agora porque mudou tudo. Não aceitei antes porque eu não queria ter que por dedinho na boca pra fazer punheteiro gozar. Eu nem sei se sei fazer isso. A sensualidade pra mim é uma coisa mais natural. Agora que mudou o conceito, que não precisa ‘fazer a sexy’ e a clássica pose de quatro, eu topo”.

    luana-piovani-playboy

    Luana Piovani e André Sanseverino


    NÃO VAI TER CACHÊ

    Esta semana mesmo, uma notícia que deixou todo mundo boquiaberto foi a de que a nova Playboy não pagará cachê para suas capas. “O que queremos oferecer é uma experiência única. Vão ser grandes produções, e por isso não faz mais sentido colocar preço na nudez de uma mulher”, disse o publisher em entrevista. Luana foi bastante questionada e confirmou o fato: “Como eu disse, estou fazendo porque quero. Aceitei o convite, assinei o contrato ontem e, ontem mesmo, duas marcas já entraram em contato para campanhas e para anunciar na minha revista. É com isso que eu vou ganhar, com publicidade. Da revista mesmo, não”. E ainda aponta o lado bom de não ser paga pelo ensaio: “Se você é paga, tem uma cobrança que não é legal. ‘Faz isso, faz aquilo’. Ninguém me obriga a nada”.

    Em carta à imprensa, também divulgada hoje, a equipe da revista esclarece a questão. Confira um trecho da carta:
    “Os ensaios não serão mais pagos com cachê porque o corpo da mulher não tem preço. Na nova Playboy, não haverá leilão sobre qual estrela foi mais bem paga, porque nenhuma mulher vale mais que outra.”

    VAI TER NUDE

    Como já havia adiantado André ao Testosterona, vai ser uma “nudez diferente”. As mulheres é que vão dar os limites das fotos. E Luana confirmou que vai ter nudez frontal, sim. “Eu já fiz quatro ensaios na vida, não vim repetir o que eu já fiz antes. Vamos fazer uma coisa diferente. O que não vai ter é pose de quatro com o fotógrafo atrás”, enfatizou.

    NÃO VAI TER PHOTOSHOP

    Questionada pela idade (às vésperas de completar 40 anos, é mãe de três filhos com o surfista Pedro Scooby, marido da atriz), ela foi bastante clara quanto sua opinião a respeito da beleza e do corpo perfeito: “Mulher bonita é bonita com o corpo que ela tem. Perfeição não existe e as campanhas de beleza são mentira. Não existe perfeição e é isso que vamos mostrar. Tenho uma cicatriz de duas cesárias que eu acho maravilhosa! “Vou apresentar os meus seios pós- mamada de gêmeos. Não tenho medo de críticas. Mas é outro corpo. Hoje eu sou uma Ferrari batida”.

    E sobre edições de imagem, ela confessa: “Não sou contra o photoshop, sou contra o uso exagerado, sou contra o artificial. O que pode fazer é um retoque, suavizar linhas de expressão, uniformizar o tom da pele. Vai ter photoshop, mas vai ter a Luana de verdade!”. A loira ainda contou que faz questão de participar de todo o processo e da concepção do ensaio, assim como de todos os trabalhos que realiza, desde a comida do estúdio até a música, tudo passa por seu crivo.

    luana-piovani-playboy-3
    VAI TER VOZ FEMININA NA PLAYBOY

    Além de capa da primeira edição, Luana será colunista da revista. “Não tô aqui de enfeite, vou trabalhar horrores. Vai ter vídeo, making of, vai ter campanha na internet, sou colunista da revista também”, contou. Ainda na carta divulgada à imprensa, a equipe fala mais sobre a parceria com as mulheres:

    “Na nova Playboy, a mulher não será objeto de nudez, ela terá voz na revista e suas histórias de vida serão valorizadas A nudez irá sempre existir, o que muda é o tom e o olhar sobre essa estrela. Foi pelo prazer de se despir, nesse contexto de novos valores, que a revista conquistou a primeira capa de sua nova fase.”

    MISTÉRIO SOBRE O ENSAIO 

    Nem o tema, nem o fotógrafo, nem locação – nada mais foi revelado sobre o ensaio. Só sabemos que será feito no Brasil e clicado no fim de fevereiro. A nova Playboy teve seu lançamento adiado, de março para abril deste ano.

  • E se os escudos dos times de futebol brasileiro fossem reformulados?

    Por: Eduardo Mendes | Em: Esporte, Futebol | 04 de fevereiro de 2016
    O designer Rafael Basso resolveu reformular os escudos de 24 times de futebol aqui do Brasil, deixando tudo com uma cara “mais agressiva”, segundo ele mesmo, quando conversou com a gente e indicou o projeto.

    “Acho alguns logos dos times daqui muito bons, mas outros deixam a desejar, então como eu acho os símbolos dos times da NBA, NFL, NHL, etc. muito bons, resolvi tentar me inspirar neles, fazendo uma comunicação visual bem agressiva como eles costumam usar. Nos EUA não rola essE tradicionalismo que tem aqui, eles mudam quase toda a temporada – eu acho isso sensacional”, explicou Rafael.

    Motivado pela necessidade de projetos particulares, colocou a cabeça pra funcionar e, com muita criatividade, recriou os logos dos times de futebol brasileiro. O resultado sensacional você confere abaixo. Para ver todas as imagens do projeto Por Um Futebol Mais Bonito, confira as 48 imagens no nosso painel de Futebol no Pinterest.

    atletico-mineiro
    atletico-paranaense
    avai
  • 100 anos de história dos carros em 3 minutos

    Por: Victor Borges | Em: Carros | 04 de fevereiro de 2016

    Este canal Mode tem uma série de vídeos em que contam os 100 anos de diversas coisas em vídeos curtos. Desta vez, fizeram os 100 anos de história dos carros em 3 minutos. “Aperte o cinto e faça um passeio pela estrada da memória”, recomendam na descrição.

    Eles separaram a história por décadas, apresentando 11 carros que definiram cada um dos períodos de 10 anos desde 1910. O que você acha? Concorda?

  • Músicas para correr – Confira as 20 mais ouvidas no Brasil e no mundo

    Por: Fran Vergari | Em: Música | 02 de fevereiro de 2016

    musicas-para-correr
    Se um dos seus planos para 2016 é praticar corrida e se manter em forma, a música pode ser sua principal aliada. Um novo estudo patrocinado pelo Spotify, feito com mais de 1.500 corredores nos EUA e Reino Unido em dezembro de 2015,  revela que mais de 60% dos corredores relatam correr mais e com mais velocidade ouvindo música – considerando-a tão ou mais importante para o desempenho quanto um companheiro de treino, o clima favorável, treinador ou equipamentos de última geração.

    Ainda de acordo com a pesquisa, mais de 3/4 dos atletas ouvem música enquanto treinam, sendo que 88% deles a consideram vital para a execução da atividade física. Confira abaixo alguns benefícios:

    – Música ajuda a descontrair (47%) e manter um ritmo constante (39%);
    – Quase metade (45%) dos corredores relata que a trilha sonora adequada é o melhor jeito de não deixar o ritmo cair;
    – A música é considerada a melhor ferramenta para provas de qualquer distância – desde uma corrida de 5 km a uma maratona;

    E apesar da importância da música para os atletas, alguns deles ainda se incomodam com alguns pontos como o desagradável momento em que a canção para no meio da corrida (38%). Outros se queixam do ritmo da faixa ser muito rápido ou lento (36%), ou então de ouvir uma playlist entediante (30%).

    Top 10 músicas mais ouvidas para correr (Global):
    1. “Run the World (Girls)” Beyoncé
    2. Sia – “Chandelier”
    3. Mark Ronson – “Uptown Funk”
    4. Wiz Khalifa – “See You Again” (feat. Charlie Puth)
    5. Beyoncé – “7/11”
    6. Kelly Clarkson – “Heartbeat Song”
    7. Missy Elliott – “Work It”
    8. TLC – “No Scrubs”
    9. Rihanna – “Bitch Better Have My Money”
    10. Calvin Harris – “Feel So Close”

    Top 10 músicas mais ouvidas para correr (Brasil):
    1. “Bitch Better Have My Money” – Rihanna
    2. “Beat It – Single Version” – Michael Jackson
    3. “Take On Me” – a-ha
    4. “Your Love” – The Outfield
    5. “Points Of Authority/99 Problems/One Step Closer” – JAY Z, Linkin Park
    6. “Eye of the Tiger”- Survivor
    7. “Berzerk” – Eminem
    8. “Sweet Dreams (Are Made of This)” – Remastered Version – Eurythmics
    9. “Black Skinhead” – Kanye West
    10. “Remember The Name (feat. Styles Of Beyond)” – Fort Minor

    Siga o perfil do TESTOSTERONA no Spotify