• Site de traição reúne mais 3 milhões de brasileiros, São Paulo tem mais cadastrados

    Por: Edu | Em: Notícias | 02 de agosto de 2015

    O Ashley Madison, site de relacionamentos extraconjugais, já conta com mais de 3 milhões de brasileiros cadastrados.

    A cidade de São Paulo lidera o ranking no país, com quase um terço dos cadastros brasileiros, são 870.527 usuários até o momento. Na segunda posição está o Rio de Janeiro, com menos de um terço de usuários que São Paulo, 252.988 membros. Em terceiro, o estado de Minas Gerais, com 247.509.  Na classificação por cidades, São Paulo também lidera, com mais de 300 mil usuários. Enquanto Brasília aparece no ranking como a cidade que mais gasta com encontros extraconjugais (comprando conteúdo e produtos exclusivos no site), quase 90% a mais em relação à média do país. Na capital federal, o gasto médio de um usuário com amantes chega a R$ 2.300. No site, são também os brasilienses que mais gastam com créditos, de 20 a 50 créditos, comprando rosas e diamantes virtuais. Já os paulistas, gastam em média apenas cinco créditos enviando mensagens na plataforma. No ranking de percentual per capita de membros, Brasília lidera seguida por Curitiba e Porto Alegre.

    No total, o site possui 65% de homens e 35% de mulheres cadastradas, mas esse número varia bastante de acordo com a faixa etária. Entre os membros com mais de 60 anos, cerca de 99% são do sexo masculino, enquanto o percentual chega a 50% para usuários na faixa dos 20 a 40 anos de idade. Ainda, a média de tempo de casamento das mulheres é de sete anos, enquanto a dos homens é de mais de uma década.

    Também foi constatado que mais da metade dos usuários brasileiros encontra seus parceiros no máximo duas vezes por mês. O horário mais comum para esses encontros, usado por mais de 43% dos membros, é entre 12h e 17h, e, para mais de 70%, eles têm duração média de no máximo duas horas.

    Em um outro recorte usado pelo Ashley Madson em materiais de divulgação, quem lidera em usuários é a cidade de Brasília. Isso porque, o chamado Mapa da Infidelidade, calcula o volume de usuário relacionado ao total de habitantes daquela cidade. Como São Paulo tem mais moradores, essa taxa sofre um desvio. O cálculo acontece da seguinte forma: São Paulo possui mais de 11 milhões de habitantes e de 300 mil cadastros, com cerca de 3,1% da população.

    Já Brasília, que lidera no mapa, possui cerca de 2,4 milhões de habitantes e, apesar de menos de 100 mil membros no Ashley Madison, o número representa aproximadamente 4,2% da população da cidade. Nesse ranking, o segundo lugar é ocupado por Curitiba e, o terceiro, por Porto Alegre. São Paulo aparece apenas em sétimo lugar, e o Rio de Janeiro, em oitavo, com 2,6%.

    mapa-da-infidelidade-no-brasil-junho2015

     

    Fonte: Ashley Madison

  • Rock de domingo – Rise Against

    Por: Edu | Em: Rock de Domingo | 02 de agosto de 2015

    ROCK-DE-DOMINGO
    Após o fim da banda 88 Fingers Louie, os ex-membros Joe Principe e Mr. Precision, resolvem fundar os Rise Against, originalmente chamados Transistor Revolt. Em 2000 lançam sua primeira demo, Transistor Revolt e um ano após, fecharam contrato com a Fat Wreck Chords para lançar os seus dois primeiros álbuns, The Unraveling (2001) e Revolutions  Per Minute (2003).

    Em agosto de 2004, o Rise Agains lançou Siren Song of the Counter Culture, o seu disco de estréia com uma grande gravadora, a Geffen Records. Já em 2006 saiu o seu segundo álbum, The Sufferer and the Witness, aclamado por muitos como o melhor trabalho da banda. No mesmo ano, os caras colocaram no mercado o DVD, chamado Generation Lost, que contém um documentário sobre a banda, cinco videoclipes, ‘making of’ de dois videoclipes e apresentações ao vivo. O quinto álbum de estúdio, Appeal to Reason foi lançado no segundo semestre de 2008. Em 2011 a banda lançou seu sexto álbum, Endgame, que conta com o clássico “Help Is On The Way”, música que fala sobre a passagem do furacão Katrina em Nova Orleans em 2005. Nos anos seguintes sairam os álbuns RPM10 e The Black Market.

    Todos os membros da banda são vegetarianos e ativistas do PETA (People For Ethical Treatment of Animals), uma organização que luta pelos direitos animais. Ainda dentro do estilo de vida dos membros, com exceção de Brandon Barnes, todos são abstêmios.

     

     

  • 60 fotos que fizeram sucesso no #LingerieDay

    Por: Edu | Em: Mulheres | 02 de agosto de 2015

    continue lendo…

  • Testosterona Indica – Bar temático inspirado em Quentin Tarantino e mais

    Por: Testosterona | Em: Testosterona Indica | 31 de julho de 2015

    pub-quentin-tarantino-1024x1024

    – Bar inspirado no diretor Quentin Tarantino inaugura em Porto Alegre

    O bar inaugurou na última terça-feira (28) no bairro boêmio Cidade Baixa e será o primeiro pub da região com tantas opções de chopes: 26 torneiras das melhores marcas nacionais e internacionais. Além dos chopes, drinks, petiscos e pratos autorais e temáticos estão disponíveis no cardápio. E, é claro, a decoração e a trilha sonora ficam por conta dos filmes do mestre Tarantino.

    SERVIÇO

    Rua General Lima e Silva, 918, Cidade Baixa – Porto Alegre
    Terças, quartas, quintas e domingos: das 18h à 1h
    Sextas, sábados e vésperas de feriados: das 18h às 2h

    – Vídeo faz homenagem ao clássico “Psicose” em 16 bits

    – 1000 músicos se reunem para tocar música do Foo Fighters ao mesmo tempo

    Os moradores da cidade de Cesena, na Itália, decidiram lançar uma campanha para chamar a atenção do Foo Fighters. O objetivo da ação é fazer com que a banda coloque a região no itinerário de suas turnês. Traçada em dezembro de 2014, a estratégia tem como foco fazer com que 1000 músicos tocassem, ao mesmo tempo, um dos maiores hits da banda, a música “Learn To Fly“. Nesta quinta-feira (30), um vídeo com a ação foi divulgado.

    Links da Semana

    Texto: 5 razões para instalar o Windows 10 e respostas para suas perguntas

    Imagens: 133 ruivas maravilhosas no Pinterest do Testosterona

    Vídeo: 1000 músicos tocando Learn to Fly do Foo Fighters ao mesmo tempo

    Notícia: Objetos de “Rambo” e “Rocky” vão a leilão promovido por Silvester Stalone

    Música: As 10 melhores canções dos Beatles

    Opinião: Ser solteiro cansa?

    BizarroFilha do cantor Wando fará Museu das Calcinhas

  • Por que você deve chupar sua parceira – A Vida de Jack Testosterona #10

    Por: Testosterona | Em: A vida de Jack Testosterona, Sexo | 31 de julho de 2015

    Vocês já devem ter ouvido falar sobre a pesquisa que diz que “1 a cada 3 homens sentem nojo de fazer sexo oral na parceira”. Primeira palavra errada: parceira. Se o cara sente nojo de fazer, sendo que ele recebe, não é parceria. É via de mão única de prazer, onde ele quer gozar e quer que ela assista. O Tio Jack vai ensinar umas coisas.

    O bom e velho vídeo pornô é legal, a gente gosta, assiste, curte. Até aí, tudo bem. O problema é que tem uns presepeiros que aprenderam educação sexual em pornô. Porra. Chega na hora H, quando finalmente deixou a punheta de lado pra ir para um verdadeiro rala-e-rola, e o cara se acha o ator pornô e quer que a mulher faça todas suas vontades, gema até acordar o vizinho, goze trezentas e setenta e cinco vezes e no final não recebe nenhuma caríciazinha mais íntima. Um filha da puta desse tinha que morrer batendo punheta pra Faye Reagan.

    A melhor frase que li sobre essa questão do nojo do sexo oral, foi: “Jogador que vai entrar em campo, tem que beijar o gramado.” (Autor Desconhecido). Isso é a mais pura verdade! O cara que não honra o gramado que vai jogar, merece passar vergonha dentro de campo. Broxar e os caralho. E eu não acredito que terei que escrever sobre alguns motivos para se praticar o sexo oral.

    É completo. Cair de boca na perseguida, na xoxota, na vagina, na buceta, enfim, é uma atividade que se faz com o tato, com o paladar, é uma experiência sensorial boa tanto para você quanto para sua parceira. Levante os olhos, olhe como ela fecha os olhos bem devagar, como parece estar provando algo muito bom e não quer que pare. Existe coisa mais bonita que isso? E você sente nojo da beleza? Aproveite para descobrir o que ela mais gosta. Aproveite para conhecê-la melhor. Afinal, nada melhor que conhecer o berço de tantos prazeres de pertinho.

    De resto, vocês podem pesquisar dicas no Google, benefício científicos e sei lá mais o quê. Mas, uma coisa levem pra vida. Prazer, por mais que seja uma palavra no singular, é melhor existir no plural. Pra você e pra ela. Não seja um babaca. Aproveite que hoje é Dia do Orgasmo e proporcione uma bela chupada na sua mulher. Ou eu torcerei incansavelmente para que ela encontre alguém melhor de boca do que você. E acredite. Elas acham.

  • Dia do Orgasmo – Cervejas do amor

    Por: Diego Pucci | Em: Cerveja | 30 de julho de 2015

    CervejadoAmor
    Hoje, no Dia do Orgasmo, vamos falar sobre dois estilos de cerveja, as Fruit Lambics e Fruit Beers, conhecidas também por “cervejas do amor”! As Lambics pertencem a terceira família de cervejas, a de fermentação espontânea. Este estilo de cerveja ácida é produzido em tanques abertos, na região de Bruxelas na Bélgica, onde sofre uma “contaminação” por um complexo conjunto de microorganismos selvagens presentes no ar local. Resumindo de um modo bem simples, o “fermento” é inoculado pela própria natureza.

    As Fruit Lambics tem adição de frutas, fornecendo além do sabor, aroma e cor para a cerveja. A cereja é a fruta mais comumente adicionada nas Fruit Lambics, devido as suas características de cor, aroma, sabor e acidez, mas também encontramos exemplares com framboesas, uvas, cassis, pêssegos, damascos e morangos.

    Rótulos como Boon Kriek, Liefmans, Lindermans e Timmermans são ótimos exemplos de Fruit Lambics.

    Já as Fruit Beers são quaisquer estilo de cerveja que utilize frutas ou extrato de frutas em alguma fase da produção, trazendo características da fruta para a cerveja.

    Bacchus Kriek, Floris, Meantime Raspberry ou Cerveja do Amor da Bodebrown representam bem o estilo de cerveja Fruit Beer.

    15003945421_7c9e19d498

    Dica bônus: Harmoniza estas cervejas com sobremesas com base de chocolate, creme ou até mesmo um cheesecake! Você irá se surpreender!

    Ah, e porque cerveja do amor?! Se você ainda não conhece estes estilos e estiver acompanhado, hoje é o dia perfeito para descobrir! =P

    Cheers!

  • 9 coisas legais da Tattoo Week SP 2015 (além dos tatuadores)

    Por: Fran Vergari | Em: Listas | 30 de julho de 2015

    No último fim de semana aconteceu em São Paulo a quinta edição da maior convenção de tatuagem da América Latina. A Tattoo Week SP 2015 rolou entre os dias 24 e 26 de julho, no Expo Center Norte, e estima-se que mais de 50 mil pessoas circularam por lá nos 3 dias de evento.

    Foram 460 stands e 1200 expositores, tatuadores do Chile, Japão, Portugal, França, Inglaterra e de todas as partes do mundo. O objetivo da Tattoo Week é promover o intercâmbio internacional entre tatuadores e body piercings, popularizar a arte no Brasil e promover a interação entre público e artistas.

    Mas não é só isso. Muita coisa legal aconteceu por lá e, para sair da mesmice, trouxemos um pouco do que o evento oferece e as curiosidades além de tatuagens incríveis e tatuadores renomados. Confira:

     

    1 – Puffs e almofadas personalizados

    Estilosíssimos, os puffs e as almofadas E-block são personalizados, ecologicamente corretos e são ótimos para decorar quarto, sala, escritório, studios de tatuagem, etc. Apesar de leves, os puffs suportam até 180kg e têm pezinho de alumínio. As almofadas custam R$45, os puffs R$190 e você pode encomendar os seus pela página no Facebook.

     TattooWeek2015-26

    2 – Hidratante para cicatrizar tatuagem

    A MBoah Cosméticos é especialista no quesito hidratação e lançou uma linha com quatro produtos especiais para quem tem tatuagem. Um deles é o hidratante para fase de Cicatrização da tatuagem, que é hipoalergênico, desenvolvido minimizar alergias, antivermelhidão e calmante da pele. Não tem perfume, os ativos são 100% naturais e ainda são vegan friendly. Na Tattoo Week eles estavam lançando a nova embalagem da linha, que conta com hidratantes para intensificar a cor da tatuagem, nas versões feminina e masculina.

    3 – Santas estilo Catrina

    As peças são feitas à mão pelo artista Macgregor, que também é tatuador. São incomuns, incrivelmente bem-feitas e um ótimo item de decoração. Coloridas à gosto, custam em média R$200 e você pode encomendar a sua entrando em contato pelo site da West Ink Tattoo.

    FullSizeRender

    4 – Livros sobre tatuagem

    A Tribo do Sol lançou livros com sua editora própria recentemente e estava com grandes títulos em exposição na Tattoo Week. Tanto para colecionar quanto para dar de presente, os livros são ótimos: têm ilustrações incríveis de diversos artistas e, muitos deles, capa dura. Vale a pena dar uma olhada no site.

    5 – Clube do Rock 1957 Rockabilly

    Camisas, camisetas, posters, quadros, relógios, bolsas, discos e muito mais dos anos 50, 60 e 70. O Clube do Rock Rockabilly estava na Tattoo Week pode ser encontrado em feiras de carros antigos em São Paulo e, se você acompanhar a página no Facebook, fica sabendo direitinho das novidades por lá. Em todo caso, pode recorrer ao telefone do Lázaro, representante do Clube (11) 99177-4924.

    6 – Esculturas de resina

    Esculturas no estilo comic são o forte do Rock Lee, que juntou duas artes distintas, tatuagem e modelagem, e criou o Corvo Branco Studio. As peças são feitas com uma massa e depois cobertas com resina. Ele contou que faz uma produção de mais ou menos 10 peças e vende nas redes sociais por volta de R$500, dependendo muito do modelo. Inclusive, foi ele quem fez o troféu das premiações do evento este ano. Você pode agendar uma visita para conhecer o trabalho dele.

      TattooWeek2015-30

    7 – Projeto Social

    Os visitantes tinham como opção na compra de ingresso para a Tattoo Week levar um quilo de alimento não perecível para pagar meia entrada. Tudo será doado para a Casa de David – entidade que abriga e oferece cuidados médicos a mais de 400 pessoas com deficiência intelectual, física ou com autismo em São Paulo. Na edição passada do evento, foram arrecadadas mais de 8 toneladas de alimento.

    8 – Concurso Miss Tattoo Week

    No segundo dia da convenção foi escolhida a tatuada mais bonita de São Paulo. Aline Cândido levou o título depois de passar pela votação popular online, que teve mais de 47 mil votos para escolher as 10 finalistas. O júri tomou a decisão final. Conversamos com Aline, leia a entrevista exclusiva aqui.

    miss-tattoo-week

    9 – Lançamento do samba-enredo da Rosas de Ouro

    A escola de samba Rosas de Ouro vai apresentar, no carnaval de 2016, o tema “Arte à flor da pele: a minha história vai marcar você”. O carnavalesco André Cezari conta que será uma “homenagem em flashes, estêncil, agulhas e tintas, mostrando os pigmentos e marcas na pele dos componentes”.

     

    E ainda tem um vídeo para sentir o que rolou na Tattoo Week SP 2015: