• Inventaram um robô que leva cerveja gelada até você

    Por: Edu | Em: Cerveja | 22 de agosto de 2015

    robô-cerveja

    Tá difícil arrumar uma mulher pra ir buscar cerveja na geladeira e levar até o sofá? Tudo bem, não tá fácil pra ninguém mesmo. Tanto que uns estudantes do Laboratório de Ciência da Computação e Inteligência Artificial do MIT criaram um robô que leva cerveja até você!

    A invenção ganhou o nome de Beerbots e talvez seja a maior invenção pensada para preguiçosos desde o controle remoto. A ideia dos estudantes foi criar robôs que cooperam entre si e formam um sistema de entrega de cerveja segundo as necessidades do usuário.

    Para isso, foram desenhados dois tipos de robôs: os chamados “turtlebots“, responsáveis por receber os pedidos de cerveja, buscar a bebida com o robô “bartender” e levá-la ao solicitante. Já o robô “bartender” tem a habilidade de resfriar as bebidas e posicioná-las nos turtlebots para que sejam entregues.

    O sistema foi apresentado durante a Conferência Robotics Science and Systems em julho deste ano e os estudantes envolvidos no projeto esperam utilizar o mesmo algorítimo para testar robôs em situações de resgate. Enquanto não são usados para um fim mais nobre, os robôs fazem um trampo de garçom, como você confere no vídeo abaixo:

    Já queremos um desse aqui na redação!

  • Os 10 melhores peitos de mulheres famosas

    Por: Fran Vergari | Em: Vídeos | 21 de agosto de 2015

    O Ranquer.com recebeu mais de 132 mil votos para montar este vídeo com os 10 melhores peitos das celebridades. Dá uma conferida e conta pra gente se você concorda com as primeiras colocadas!

  • Conheça o estúdio de tatuagem comandado só por mulheres em São Paulo

    Por: Fran Vergari | Em: Testosterona Indica | 21 de agosto de 2015
    sampa-tattoo

    Samantha Sam e as tatuadoras do Sampa Tattoo. Foto: Felipe Larozza/VICE

    Estes dias vi no Twitter da Vice gringa uma reportagem falando sobre um estúdio em São Paulo que só tinha tatuadoras, com entrevistas de todas elas. Depois procurei o link no perfil brazuca e achei interessante compartilhar aqui com vocês a iniciativa muito legal da tatuadora Samantha Sam.

    O estúdio fica na famosa Rua Augusta, em São Paulo, e tem cinco mulheres, que se reúnem sob o mesmo teto instigadas por um só ofício: tatuar. Ao Vice, Samantha Sam (quem comanda o Sampa Tattoo) contou que “são meninas que estão começando agora”.

    A ideia surgiu quando Samantha decidiu sair do último lugar em que trabalhava. Um dos donos perguntou se ela não topava abrir um novo estúdio com ele. Depois de escolher o local, a tatuadora precisava fechar quem seriam seus funcionários. Uma amiga propôs: por que não só tatuadoras? E a sugestão foi acatada.

    São dois andares: embaixo, uma sala com um lustre preto e papel de parede abriga uma grande mesa cheia de sketchbooks, pincéis, folhas, canetinhas e desenhos, muitos desenhos; em cima, a “carnificina”, com macas, agulhas e todo o aparato para marcar corpos para sempre.

    Em três semanas de funcionamento, o estúdio tem feito de três a quatro tatuagens por dia. Samantha contou que a ideia é crescer e dar oportunidade pra mulherada “porque tem muita menina começando”.

    estudio-de-tatuagem

    Foto: Felipe Larozza/VICE

    Samantha Sam, 23 anos

    “Saí de Cerquilho, onde nasci, e fui morar em Sorocaba pra aprender a tatuar. Fiquei lá seis meses como aprendiz. Fazia de tudo no estúdio. Desenhava, limpava, arrumava a bancada. Eu tinha tudo pra desistir. Sozinha, morando numa cidade em que eu não conhecia ninguém. Mas sou muito teimosa e amo o que faço.

    Já aconteceu de tatuador que trabalhava comigo me ver desenhando e jogar meu desenho no lixo. De boicotar, falar que eu não estava, que eu saí. Os tatuadores têm um pouco de sentimento de ‘Nossa, como uma menina nova tá fazendo o mesmo que eu?’. Parece que a gente tá mesmo invadindo o espaço deles.”

    Eles conversaram com todas as tatuadoras, que relataram as dificuldades da profissão, a reprovação de alguns tatuadores e o amor pela arte. Leia todas as entrevistas aqui neste link.

  • A menina que mandava nudes – o depoimento sincero de uma leitora

    Por: Edu | Em: Leitoras | 20 de agosto de 2015

    nudes-testosterona
    O primeiro nude que eu enviei faz uns 2 anos acho, e foi para uma página de fotos femininas no Facebook, mas o que me incitou a fazer isso?

    Eu nunca fui um padrão de beleza. Aos 27 anos de idade, tenho 45 kilos e apenas 1,52 cm de altura. Não tenho seios fartos nem bundão. Na minha adolescência nunca fui a garota popular entre os meninos. Eu demorei muito tempo para aceitar o meu corpo, para entender que existem vários tipos de beleza e, principalmente, que eu não deveria me pautar por revistas de moda, tampouco pelo tipo de corpo das meninas que faziam parte do meu círculo de amizades.

    Eu precisava, simplesmente, ser eu mesma. E isso não era um problema, era a solução. A liberdade que me faltava.

    Um belo dia, navegando pela internet, descobri um site chamado “Testosterona” e achei engraçado a forma que eles tratavam certos assuntos (apesar de todo o machismo envolto em textos sobre futebol, mulheres nuas e etc), passei a segui-los. Estava rolando o #LingerieDay, onde as seguidoras da página enviavam fotos sensuais de lingerie [ou sem]. Achei fantástico aquelas fotos, amadoras. Onde garotas normais mostravam aquilo que elas tinham de melhor (na opinião delas, obviamente). Ne todas eram, assim, extremamente gostosas, mas elas gostavam do corpo que tinham, porque convenhamos, pra você enviar um nude é necessário estar muito bem com o seu corpo e não, como pensam, com baixa estima.

    A moça precisa se amar antes de tudo, senão isso nunca acontecerá.

    E isso é bem difícil se você se comparar com os modelos de beleza impostos pela sociedade. Eu mesma nunca fui um padrão.

    Quis enviar uma foto para o site e fui barrada pelo meu então namorado na época. Fiquei bem chateada e, depois de um tempo, consegui fazer a tão desejada foto e enviar para um outro site, porque ele alegou que o site do Testosterona era bem conhecido e ele não queria me expor.

    Eis o meu primeiro nude:

    image

    Essa foto foi feita pelo meu namorado, de uma forma que não mostrasse minha tatuagem, porque eu tinha medo de ser reconhecida, tinha medo da reação das pessoas conhecidas. Tinha medo de ser reprimida.

    Depois de um tempo eu fiz mais algumas fotos, mas eu enviava para o meu namorado pelo e-mail. Sinceramente, não sei se ele gostava de recebê-las, porque não havia entusiasmo da parte dele. Enfim.

    Nos separamos e daí em diante eu passei a fazer mais fotos, publicava em um site que chamava “Porninstagram”, era um Instagram para fotos de nudez, sempre escondendo minha identidade, mas eu acabei abandonando a rede.

    testosterona-nudes
    Aí eu comecei a postar algumas no Tumblr, que é uma rede social que “aceita” esse tipo de material. E alguns amigos passaram a seguir meus posts e elogiar, inclusive. Até que eu cheguei ao Instagram e ali postava algumas menos ousadas, sem mostrar calcinha ou bundas. Por fim eu comecei a postar algumas no Twitter e no Snapchat.

    Eu sinceramente não acho que são vulgares, tenho um padrão de foto, gosto de imaginar a luz e a sombra que irão compor o cenário, escolho a lingerie e o local onde irei fazê-las. E por incrível que pareça, elas só servem para que eu me sinta bem comigo mesma. Acho bacana o feedback das pessoas que apreciam, e eu mesma as aprecio. Tudo bem que existem os punheteiros de plantão, mas convenhamos, homem não precisa de nudes para bater uma punheta pra você.

    Joice Freire

    Beijos!

  • 5 montadoras de carros que deixaram saudades

    Por: Victor Borges | Em: Carros | 19 de agosto de 2015

    Galera, vi essa lista do Rodrigo Furlan, da Quatro Rodas, e achei interessante compartilhar com vocês. Selecionei as marcas mais famosas. A lista completa está aqui no link.

    Montadoras-Hummer
    Hummer (Estados Unidos)

    Anos de atividade: 1992-2010

    Modelos famosos: H1, H2, H3

    Histórico: Impossível se esquecer dos utilitários brutamontes da Hummer. Originalmente, a marca produzia e fornecia veículos para as Forças Armadas norte-americanas, até que a AM General comprou sua estrutura e a adequou para uso civil. Em 1999, a marca foi adquirida pela General Motors, e nos anos seguintes chegou a ter seu modelos exportados mundo afora. Em 2009, quando a crise das montadoras nos EUA estava no ápice, a GM tentou vendê-la a uma empresa chinesa, mas o negócio falhou e a marca encerrou suas atividades.

    Montadoras-maybach-06
    Maybach (Alemanha)

    Anos de atividade: 1909-2013

    Modelos famosos: 57, 62

    Histórico: Sinônimo de alto luxo, a Maybach tem uma história um pouco diferente em relação às demais da lista. Devido ao número baixo de unidades vendidas em anos anteriores, a Mercedes-Benz anunciou o encerramento da produção dos carros da marca para 2012. No entanto, a companhia alemã ressuscitou o nome Maybach no fim do ano passado, associando a uma versão de topo de linha do Classe S (S600).

    Montadoras-mercury800
    Mercury (Estados Unidos)

    Anos de atividade: 1938-2011

    Modelos famosos: Monterey, Grand Marquis, Sable

    Histórico: Criada para cobrir a lacuna de mercado existente entre os carros da Ford e os da Lincoln, a Mercury é uma das mais longevas dessa lista, tendo existido por mais de 70 anos. No fim de seu período, apresentava um portfólio relativamente envelhecido, caro e que não trazia grandes resultados em termos de vendas (aproximadamente 1% do mercado norte-americano).

    montadoras-oldsmobile-442-w-30-1970
    Oldsmobile (Estados Unidos)

    Anos de atividade: 1897-2004

    Modelos mais famosos: Cutlass Supreme, Delta 88, Toronado

    Histórico: Quando foi extinta, em 2004, era a montadora automotiva norte-americana há mais tempo em atividade. Foi referência em termos de modelos de luxo, além de ter sido a primeira marca a oferecer um carro equipado com transmissão totalmente automática (sem pedal de embreagem). Sua decadência começou na primeira metade dos anos 1990, e o encerramento de suas atividades foi anunciado pela General Motors ao fim de 2000

     

    montadoras-plymouth-barracuda
    Plymouth (Estados Unidos)

    Anos de atividade: 1928-2001

    Modelos famosos: Gold Duster, Neon, Voyager

    Histórico: Por muito tempo, formou o “big three” da indústria norte-americana, ao lado de Chevrolet e Ford. Sua proposta era similar à das outras duas, isto é, vender veículos por preços mais acessíveis do que outras marcas de sua companhia-mãe (no caso, a Chrysler). Em 2001, com queda sensível nas vendas e certa canibalização com outras marcas do grupo, a Plymouth foi desativada, apesar de parte de seu portfólio ter continuado com o emblema da Chrysler.

     

    Para quem quiser saber mais notícias do universo automotivo como novidades, avaliações, dicas ou precisar de ajuda para escolher o novo carro, não deixem de me seguir no twitter: @victorborgesmp!

     

  • 10 vantagens do smartphone Zenfone 2 sobre o Galaxy S6

    Por: Edu | Em: Publieditorial | 19 de agosto de 2015

    GalaxyS6_x_zenfone2_normal
    O lançamento Zenfone 2, smartphone top de linha da ASUS, será no dia 20 de agosto e já ameaça o concorrente Galaxy S6, da Samsung, que deixa de ser a primeira opção isolada de quem está procurando um smartphone potente e com design moderno.

    Anunciado no começo do ano, o smartphone premium Zenfone 2 é o primeiro no mercado mundial com 4GB de memória RAM e diversas outras vantagens sobre o concorrente direto – uma delas é o preço, que é muito mais acessível. Listamos aqui algumas dessas vantagens e pontos fortes do Zenfone 2 sobre o Galaxy S6 para você levar em conta antes de escolher o seu gadget.

    1 – Preço: ele não custa um rim

    Em tempos de crise (e sabemos que não está fácil para ninguém), o preço do produto acaba sendo um fator crucial na hora da compra. Além de todas as vantagens que seguem na lista, já adiantamos que o Zenfone 2 não custa o preço de um rim (como é o caso do Galaxy S6, que chega a custar quase R$3.500,00). Por enquanto, especulações indicam que não vai ter concorrência de preço no mercado mesmo.

    2 – É o primeiro smartphone no mercado mundial com 4GB de memória RAM

    O ASUS Zenfone 2 traz um processador quad-core de 64 Bits, o Intel Atom Z3580 rodando a 2,3 GHz, e é o primeiro smartphone no mercado mundial com 4 GB de RAM, o que dá a ele muito mais agilidade. Além disso, os 32 GB de memória interna podem ser expandidos com cartões microSD de até 64 GB. Já o Galaxy S6 usa um chip Exynos de 2,1 GHz octa-core, com 3 GB de RAM e 32 GB de memória interna, sem possibilidade de expansão com cartões.

    3 – Não trava e não fica lerdo (mesmo)

    Com um processador tão potente e uma memória incrível, velocidade não é um problema. É possível alternar entre vários aplicativos ao mesmo tempo (quem nunca?) sem que o telefone “trave” ou engasgue enquanto muda de uma tarefa para a outra – o que é bastante comum acontecer com o Galaxy S6.

    4 – A tela tem o mesmo tamanho que a do iPhone 6 Plus

    A tela do Zenfone 2 tem a mesma resolução (1080 x 1920 pixels) e o mesmo tamanho (5,5 polegadas) que a do iPhone 6 Plus. Para ver vídeos, filmes, jogar, navegar pelos aplicativos e ler, não precisa ficar apertando o olho para enxergar letrinhas pequenas. Essa é a maior vantagem do tamanhão dele.

    5 –  A câmera também tem uma super resolução

    Apesar de não ter os mesmos 16 megapixels do Galaxy S6, o Zenfone 2, com uma câmera de 13 megapixels (4096 x 3072 pontos), tem o modo Super Resolução, que combina quatro fotos de 13MP tiradas ao mesmo tempo para gerar uma única imagem de 52MP, com altíssima resolução e muito mais detalhes.

    6 – O Zenfone 2 “enxerga no escuro”

    Ao contrário do Galaxy S6, que não enxerga no escuro, o Zenfone 2 enxerga – e muito bem, graças à combinação de sua lente traseira com abertura f/2.0 e a exclusiva tecnologia de processamento PixelMaster, que produz fotos até 400% mais luminosas do que os concorrentes.

    7 – Dispensa o “pau de selfie”

    A câmera frontal tem resolução de 5 megapixels, também com uma lente super luminosa com abertura f/2.0 e ângulo de visão de 85 graus. Com ela você consegue colocar mais pessoas na mesma foto e, se os amigos são muitos, o modo Selfie Panorama captura um campo de visão de até 140 graus, perfeito para até 10 amigos (mais o cenário) em uma foto só.

    8 – Dá para usar 2 chips de operadoras ao mesmo tempo

    Ambos são smartphones 4G, mas só o ASUS Zenfone 2 permite usar dois chips de operadoras ao mesmo tempo – algo que os modelos premium da Samsung não permitem. É um recurso ideal para quem precisa de duas linhas telefônicas, uma pessoal e outra profissional, mas não quer carregar dois aparelhos.

    9 – A interface é sensacional

    Todo mundo sabe que a interface TouchWiz da Samsung, presente em todos os aparelhos Android da marca, deixa o smartphone lento e carregado. Já a interface da ASUS, a ZenUI, foi reconhecida pela imprensa e por usuários por ser leve e agregar recursos muito úteis no dia-a-dia, como o What’s Next (que dá uma visão geral de como será o seu dia) e Do It Later (que ajuda a agendar e lembrar de tarefas). Além disso, traz integração total ao PC com softwares como o PC Link (que permite controlar o smartphone pelo PC), Remote Link (transforma o smartohone em um controle remoto para apresentações), e outros.

    10 – Ele funciona por meio de gestos (e o mínimo de toques possível)

    No Zenfone 2 a ZenUI ganhou novos recursos, como a tecnologia ZenMotion, que permite o uso de gestos sobre a tela desligada para “despertar” seu smartphone diretamente na função que mais lhe interessa: desenhe um “C” para abrir a câmera, “O” para abrir a Agenda, “V” para ir direto para o Discador ou dê dois toques na tela para “acordar” o Zenfone 2 sem precisar pressionar o botão de liga/desliga. Ícones animados em apps como o Relógio, Meteorologia, Bateria e Calendário oferecem informações rápidas sem que você sequer precise abrir o app, economizando tempo no dia a dia.