Lana tem 21 anos, trabalha com produção de eventos e mora em São Paulo. Ela é a nossa leitora da semana. Confira.

Modéstia à parte, acho que o adjetivo que mais me define é única. Tenho carinha de metida e inocente, mas posso ser muito louca e extravagante de personalidade. Ah, e cuidado que eu tenho a língua afiada, não vem me tirar que eu te derrubo.

Lana
Lana

Você estuda? Já formou?

Fiz um ano de Geografia com foco em Geologia, mas era muito caro ficar em outra cidade (Campinas) e bem, eu queria ser professora e a matéria foi tirada do currículo. Saí e decidi que preciso de mais um tempo pra me conhecer e investir em algo que goste e me identifique de verdade.

Conte um pouco sobre as suas atividades

Trabalho com produção de eventos – adoraria que fosse com música, mas tu acredita que é com automobilismo? E tem algo na adrenalina do negócio que me motiva demais. Sou a pessoa que cuida um pouco de tudo, fala com todo mundo, resolve todos os problemas e arruma um jeito de levar toda a galera pra todos os cantos do Brasil pra fazer os eventos acontecerem, então vocês imaginam que o trabalho não é pouco né?

Além disso, sou modelo há um tempo, e agora finalmente tive a coragem e disposição (além de grandes ajudas) para virar Suicide Girl. Ainda sou uma hopeful e meu primeiro set sai no site em breve, mas estou me empenhando demais para que esse trabalho vire e que eu possa aproveitar tudo que a comunidade me oferece!

O que gosta de fazer nas horas livres?

Eu consigo curtir quase todos os rolês. AMO ir em festas de techno e fico dançando até o dia raiar (no mínimo). Também gosto muito muito muito do pole face e contorcionismo – pratico faz uns 3 anos já, e já posso fazer fácil um cosplay do Exorcista.

Você gosta de esportes? Torce pra algum time?

Não costumo acompanhar nenhum esporte. Se estiver passando na TV eu assisto um vôlei e as próprias corridas da Fórmula 1 e Stock Car.

Que tipos de filme você mais gosta

Vocês acreditam que não gosto muito de filmes? Eu piro mesmo em documentários, devoro todos e adoro agregar mais conhecimento. Entretanto, mesmo não assistindo muitos filmes, um dos que mais gosto de assistir é “O Labirinto do Fauno”. E gente, é um filme estrangeiro!

Gosta de séries?

Assisto poucas séries, mas se for pra assistir, me chama pra ver desenhos! Tenho a alma jovem e gosto de Family Guy, Simpson’s, Regular Show… Sou uma órfã adulta da TV Globinho.

Qual seu estilo musical você mais ouve?

Ouço muito techno, então coloco seta inteiros pra tocar – e principalmente de nacionais, como da Cashu, L_cio e Tessuto. Além disso, gosto de hip-hop/rap, adoro rebolar a raba ao som de Tyga, YG, Luccas Carlos…

Qual livro que mais te marcou?

Tem um livro que recomendo demais a vocês, do José Maria Rilke. “Cartas a Um Jovem Poeta”. É um conjunto de cartas publicadas após a morte do autor, em que ele conversa com um amigo indeciso sobre ir para a guerra e seguir carreira militar ou ser um escritor e poeta. O que mais marca nesse livro é toda a desenvoltura do Rilke numa frase impactante: descubra em si mesmo a resposta. Se te fosse vedado escrever, sentiria-se vazio?

Lana, quem são as pessoas que te inspiram?

Desde sempre, a Thiemi (Thimeow), a modelo mais versátil que já vi, super talentosa e após conhecer pude falar que tem uma personalidade doce e forte. A Carla (Infernum) por toda a garra e perseverança nos objetivos que tem – não importa o que seja, se ela quer ela vai fazer de tudo pra conseguir, e provavelmente vai realizar. E finalmente, uma ex-colega de trabalho, amiga e minha “mãe-preta” Isabel. Acredito eu que seja a mulher mais forte, independente e guerreira que já conheci, me adotou como filha e não mede esforços pra me elogiar e me dar esporro quando precisa.

Acompanha o Testosterona desde quando?

Leio ocasionalmente desde o ano passado. Comecei a acompanhar mais o blog nesse ano, e vi que o blog é abrangente demais da conta: tem conteúdo para mulheres, como os posts da Doce sobre a sensualidade de mulher (que li e está ANIMAL e me fez pensar muito sobre minha relação com meu próprio corpo), tem matérias pros caras, e tem posts que eu posso tranquilamente ler com meu namorado, com minha irmã, jogar numa roda de conversas… Incrível como um lugar só consegue abordar tanta gente diferente.

Deixe um recado pros nossos leitores.

Um salve pra aqueles que só metem o louco, continuem assim que o mundo precisa de mais loucos como a gente!

Com vocês, Lana

Mais mulheres no Testosterona

CONTEÚDO ORIGINAL TESTOSTERONA