Home Testosterona Girls Caroline Trevisan gosta de viver intensamente

Caroline Trevisan gosta de viver intensamente

Nome: Caroline Trevisan
Idade: 24 anos
Cidade: São Paulo
Instagram: @catrevisann
Twitter: @cashowww

Caroline Trevisan

Caroline Trevisan

Com o que você trabalha e há quanto tempo?

Me formei em psicologia no meio do ano de 2019. Há quatro anos venho trabalhando na minha área de formação, dentro do RH de empresas, com a psicologia corporativa. Atualmente, além do trabalho fixo, também trabalho com fotografia profissional e Instagram, o que se tornou remunerado há praticamente dois anos. Vivo o melhor dos dois mundos entre o Instagram e Linkedin,risos!

Como a Caroline Trevisan se definiria?

Intensa! Acho que nada me define mais. Vivo tudo ao extremo, o que, consequentemente ou me faz muito bem ou me deixa muito mal.

O que gosta de fazer nas horas vagas?

Gosto muito de videogame! Meu quarto é todo tematizado com Mario Bros e Pokémon, rs. Quando não estou lendo sobre assuntos da minha área, acabo vendo gameplays (principalmente Alanzoka).

Caroline Trevisan

Caroline Trevisan, quando e porque resolveu começar a trabalhar seu lado sensual?

Posso dizer que trabalho meu lado sensual desde os meus 18 anos. Eu sempre gostei de roupas chamativas e peças que valorizavam o meu corpo. Há alguns anos atrás não havia a mesma liberdade que nós, mulheres, temos hoje. Então muitas vezes eu aguentava ofensas e xingamentos simplesmente por gostar de explorar a sensualidade. Posso dizer que a minha libertação com isso foi a partir do momento que comecei a fazer ensaios sensuais e inspirar outras mulheres a serem o que elas quiserem ser.

Você se considera uma pessoa exibicionista?

Caroline Trevisan Sim! Exposição e exibicionismo aparecem no momento que você usa roupas mais ousadas, então posso dizer que me considero sim. Não vejo problema, todos nós somos mulheres maravilhosas, inteligentes, sensuais, e uma coisa não anula a outra.

Já sofreu algum preconceito por isso?

Sempre! Por mais que as coisas tenham melhorado, as mulheres são muito julgaras e anuladas por serem livres e exercer poder sobre os próprios corpos. Bullshit como sempre!

Você acha que ainda existe muito preconceito com as mulheres que fazem ensaio sensual?

Sim! Muitas pessoas interpretam o ensaio sensual como a mulher fazer as fotos para os outros, e nunca para elas.

Qual foi o lugar onde você mais gostou de fotografar?

Caroline Trevisan No chuveiro, rs! Mas também gostei muito da experiência de ser fotografada no parque da Independência, aqui em São Paulo.

Caroline Trevisan

Você tem algum sonho profissional?

Caroline Trevisan: Crescer na minha área! Continuar com fotografia e Instagram até onde Deus quiser, rs.

Quem são suas inspirações e referências?

Não tenho nenhuma específica, acredita? Meus gostos vivem mudando então nunca tenho uma inspiração fixa.

Caroline Trevisan, você tem algum fetiche que pode contar pra gente?

Boleto pago e amor recíproco, rs.

Como é sua relação com seus fãs/seguidores?

Respondo sempre que consigo o pessoal que realmente me trata com respeito e curte meu trabalho, seja em qualquer um dos campos. As vezes pela correria não consigo dar a atenção que gostaria, mas sempre dou um jeito de ser atenciosa com todo mundo.

Caroline Trevisan

Que tipo de mensagem mais recebe por inbox?

Positiva: Admiração

Negativa: Manda nude?

Tem alguma coisa que você sempre quis dizer, mas nunca teve oportunidade?

Se eu pudesse dar um conselho pra todos os seres humanos do planeta, seria VIVAM E SEJAM LIVRES! Porém, se isso prejudicar um terceiro na história, reveja o que pode estar fazendo de errado. Sou a favor de todos nós sermos felizes desde que isso não bagunce com a vida de outra pessoa.

Que tipo de música você gosta de ouvir?

Sou apaixonada por Hits antigos! Isso inclui músicas de discoteca e românticas, tipo Elvis.

Que música não pode faltar numa playlist pra transar?

Caroline Trevisan: Qualquer uma do Arctic Monkeys.

Caroline Trevisan

Indique um filme e/ou uma série que você adora

Filme: Halloween (todos eles)

Série: A maldição da Residência Hill

Qual livro mais ter marcou? Porque?

Gosto muito do “Outras maneiras de usar a boca”. Fala sobre términos, recomeços e superação. A linguagem do livro me marcou muito, e me ajudou em momentos delicados.

Gostou do resultado das fotos pro Blog? Se sentiu bem?

Sim! Qualquer trabalho que eu faça com o Fernando eu saio satisfeita, não tem erro!

Conheceu o Testosterona como?

Conheci por uma postagem do Fernando uma vez. Acredito que era um ensaio da Sabrina Scarsi. Antes, havia escutado o nome do blog mas não os propósitos.

Caroline Trevisan

Tem algum post do blog que te marcou?

Gostei muito do post que aborda filmes para entender a problemática do Racismo.

O que você mais gosta no blog?

Caroline Trevisan: Gosto da diversidade de conteúdo! Você encontra mulheres gatas mas também encontra assuntos variados.

Caroline Trevisan

Você está solteira?

Não!

Qual o segredo pra te conquistar?

Acredito que só ter respeito e não parecer uma pessoa desesperada já ajuda.

Caroline Trevisan

Quais qualidades você mais admira nas pessoas?

Lealdade, respeito, lealdade e respeito, rs.

Deixe um recado pros nossos leitores

Sejam sempre a melhor versão que vocês puderem! Respeitem, entendam, reflitam. O mundo já tem gente escrota demais pra você ser mais uma.

Sobre o fotógrafo Fernando de Santis

Nome: Fernando De Santis
Idade: 40 anos
Instagram: @desantisph

Desde quando fotografa ensaios sensuais?
Sempre perco as contas, mas há uns cinco ou seis anos.

É seu trabalho principal ou hobby?
Trabalho e hobby. Trabalho como analista de sistemas, mas fotografia é um trabalho meu. Ganho um bom dinheiro com isso, e ao mesmo tempo sinto prazer, amo fotografar.

Existe preconceito com fotógrafos e modelos que fazem conteúdo sensual na sua opinião?
Existe, existe sim. O machismo está intrínseco nas pessoas, principalmente nas mais velhas. Sempre tento explicar que é um trabalho normal, e que as mulheres fazem as fotos porque elas querem, e não devem nada para ninguém. É uma luta diária, que vamos conquistando espaço aos poucos.

Você tem algum projeto fotográfico que queira compartilhar com a gente?
Tenho um projeto pessoal, chama f 2.8, onde coloco um ensaio e pensamentos meus à prova. Cada mês sai uma nova edição, começou em janeiro de 2020.

Qual você considera ser o maior desafio em fazer fotos sensuais?

Ainda é o preconceito. De homens que acham que a sessão é putaria “deixa eu ir lá de assistente segurar a iluminação”, ou de mulheres que julgam as outras que posam “ah, são todas putas”.

Da minha parte, a dificuldade é explicar para as moças que os padrões foram criados por homens, que elas podem ser como elas querem e bem entendem.

Como foi fazer as fotos pra este ensaio?

Carol Trevisan é a modelo. Costumo dizer que ela é a minha modelo, não no sentido de posse, mas sempre que tenho alguma ideia, eu a chamo, conto, ela pondera e sempre topa. Tenho uma grande sinergia com a Cacá, já nos conhecemos muito bem, rola uma puta confiança em ambas as partes. Então fotografa-la é fácil. Fizemos essa sessão na quarentena, com todas proteções da OMS, foi ótimo para retomar as fotografias e rever uma amiga!

Indique alguém do meio que você admira o trabalho

Vou indicar uma grande inspiração minha: o fotógrafo alemão, Helmut Newton, que nasceu em 1920 e faleceu em 2004. Ele desbravou o mundo do nudismo e erotismo na fotografia. Gosto muito de ver os livros dele, sempre estou bebendo inspirações. É muita arte, muita história. Recomendo a pesquisa.

Já conhecia o Testosterona?

Sim, esse já é meu quarto ensaio publicado. E vem mais por aí, né?

Com vocês, Caroline Trevisan

Mais posts pra você

COMENTE JÁ