Home BDSM O que é shibari? O fetiche das cordas e da amarração no sexo

O que é shibari? O fetiche das cordas e da amarração no sexo



Post pra ficar amarradão, amarradona ou amarradone. Não importa o gênero ou sexualidade, o erotismo das cordas é irresistível. Mas, mano, afinal de contas você sabia o que é Shibari é uma antiga arte japonesa de ligação, que se tornou popular não apenas como uma forma de bondage estético, mas também como uma prática erótica dentro da comunidade BDSM. O termo “shibari” significa “amarrar com corda” ou “ligar” em japonês, e essa prática envolve a criação de padrões complexos de cordas em torno do corpo de uma pessoa para criar sensações, estética e, muitas vezes, um jogo de poder entre os participantes.

O que é shibari? CORDA SHIBARI

SHIBARI corda fetiche o que é cordas amarração BDSM técnica

SEXO

Consultando as wiki’s do tio Google, shibari (しばり?) é um verbo japonês que significa literalmente amarrar ou ligar. Expressão que tomou um sentido diferentão no século 20, quando a corda começou a ser usada pra fins eróticos e hentai. O fetiche tem raízes históricas no Japão, onde era usado inicialmente para amarrar prisioneiros e como uma forma de controle físico. Ao longo dos anos, evoluiu para uma forma de expressão artística e erótica. A técnica é conhecida por sua ênfase em criar padrões geométricos intrincados usando cordas.



SHIBARI corda fetiche o que é cordas amarração BDSM técnica
soft art bondage

Fetiche e Relação com o BDSM

Dentro do contexto do BDSM (Bondage, Disciplina, Dominação, Submissão, Sadismo e Masoquismo), o shibari é frequentemente praticado como uma forma de bondage erótico. Pode envolver elementos de dominação e submissão, além de criar um senso de vulnerabilidade e entrega por parte da pessoa amarrada. Muitos praticantes encontram prazer na sensação das cordas em sua pele, na estética visual e no jogo psicológico envolvido.

shibari corda

A corda de shibari é um componente essencial na prática da arte japonesa de amarração. Também chamada de “kinbaku” em algumas circunstâncias, as cordas de shibari são usadas para criar padrões intricados e esteticamente agradáveis ao redor do corpo de uma pessoa, geralmente como parte de um jogo de dominação e submissão ou de exploração erótica.



As cordas de shibari são especialmente projetadas para serem seguras, confortáveis e eficazes na criação das amarrações e dos padrões desejados. Elas são escolhidas de forma a proporcionar a sensação certa na pele, sem causar desconforto excessivo ou lesões.

Materiais como juta e cânhamo são frequentemente usados para fazer cordas de shibari, pois oferecem a combinação ideal de firmeza e textura. Esses materiais também possuem uma certa quantidade de aderência à pele, o que facilita a criação de amarrações seguras. O comprimento e a espessura das cordas podem variar, dependendo das preferências individuais e das técnicas desejadas. As cordas também podem ser tingidas de diferentes cores para fins estéticos ou simbólicos.



AMARRAÇÃO E CORDAS

shibari corda

Praticar requer habilidade, técnica e atenção à segurança. Pode ser feito por pessoas de todas as orientações sexuais e identidades de gênero. Algumas pessoas apreciam o papel de “rigger”, aquele que amarra, enquanto outras desfrutam de ser a pessoa amarrada, conhecida como “model” ou “bunny”. A prática requer comunicação aberta, consentimento e conhecimento das técnicas de amarração. O público varia, incluindo desde casais curiosos a praticantes experientes no BDSM. Workshops, eventos de comunidade e encontros especializados oferecem oportunidades para aprender e praticar shibari com segurança.

SHIBARI SEXO SIGNIFICADO

SHIBARI corda fetiche o que é cordas amarração BDSM técnica

Faz parte das práticas fetichistas do BDSM, sim. Novamente citando as wiki’s do Google, Kinbaku (緊縛?) é a palavra japonesa pra “bondage”. Já Kinbaku-bi significa “o bondage bonito”. Kinbaku, ou Sokubaku, é um estilo japonês de amarração com diversas técnicas de diferentes nós.  É geralmente realizada com várias peças de cordas, em geral de 5 mm a 8 mm. Ou a mais comum de 6mm. As cordas tradicionais japonesas utilizadas pro shibari são as de juta, cânhamo ou algodão. O termo shibari se tornou popular no ocidente nos anos 1990.



Kinbaku Luxúria – Rae Lil Black

Shibari é uma forma de arte, né?

Sim! E uma das mais belas. Muitas feiras eróticas fazem exposições da técnica. Também há exposição em galerias de arte e outros espaços públicos. Há cursos online e presenciais pra quem quer aprender e se aprofundar na prática oriental. Fora que o shibari é constantemente retratado na literatura e nas artes visuais. Como, por exemplo, nas obras fetichistas do japonês Toshio Saeki. Até o mundo da moda se rendeu às amarrações, pois através de mãos habilidosas se tece lingeries e até vestimentas completas no corpo nu das modelos e submissas. E é isso!

SHIBARI corda fetiche o que é cordas amarração BDSM técnica
Edward shibarista – Modelo: Karmasutru

BDSM

Alguns locais e eventos BDSM podem incluir demonstrações de shibari. Além disso, há recursos online, como vídeos educativos, tutoriais e comunidades dedicadas à pratica, que podem ser úteis para quem deseja aprender mais sobre essa prática. O fetiche é uma expressão única de criatividade, erotismo e exploração de limites. Como com qualquer prática BDSM, o consentimento, a comunicação e a segurança são fundamentais para uma experiência positiva e gratificante.

SHIBARI corda fetiche o que é cordas amarração BDSM técnica

Shibari: A arte japonesa de amarração, que envolve criar padrões elaborados e estéticos com cordas no corpo.

Kinbaku: Um termo relacionado, que se refere especificamente à arte de amarrar o corpo para transmitir emoções e sensações.

Nawa: A palavra japonesa para “corda”, frequentemente usada para se referir às cordas usadas no shibari.

Rigger: A pessoa que executa as amarrações no shibari, criando os padrões e designs nas cordas.

Modelo: A pessoa que está sendo amarrada, também conhecida como “modelo de shibari”.

Suspensão: Uma técnica avançada de shibari que envolve suspender o modelo no ar usando as cordas.

Nawashi: Alguém que é habilidoso no uso de cordas, frequentemente usado para descrever praticantes experientes de shibari.

Karada: Um padrão de amarração que envolve criar um “corpete” decorativo em torno do tronco do modelo.

Tsuri: Suspensão, que é uma parte avançada do shibari.

Ebi: Uma posição de amarração que envolve dobrar o modelo em uma posição semelhante a um camarão.

Hojojutsu: Uma forma histórica de amarração japonesa usada para conter prisioneiros, que influenciou o desenvolvimento do shibari moderno.

Rope Bottom: A pessoa que recebe as amarrações, também conhecida como “modelo de cordas”.

Acessórios de Shibari: Itens usados para auxiliar nas amarrações, como mosquetões, ganchos e argolas.

Técnicas de Desenho: O processo de criar padrões estéticos e intrincados nas cordas em torno do corpo.

Comunidade de Shibari: Uma comunidade de praticantes e entusiastas que compartilham técnicas, conhecimentos e experiências relacionadas ao shibari.

Estilo Japonês: O shibari é fortemente influenciado pelas tradições e estilos estéticos japoneses.

Exploração Responsável: A prática de shibari deve ser realizada com conhecimento, consentimento mútuo e cuidado, especialmente ao realizar suspensões e técnicas avançadas.

SHIBARI PORNO VIDEOS

PORNO

TESTOSTERONA

Gostou do post? Quais criadoras de conteúdo adulto e nudes de mulheres peladas famosas gostosas e influencers nuas você quer ver por aqui? Siga o Testosterona Blog nas redes sociais e fique de olho nos posts diários de video porno e Pornô Grátis

Mais posts pra você

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais